Um blazer é sempre um blazer

Já falei aqui sobre as camisas brancas e hoje volto para falar do blazer. Ele é uma dessas peças que você não é obrigada a ter – sou adepta à ideia de que cada um tem seu estilo pessoal e sabe quais são suas peças essenciais –, mas se tiver, vai facilitar muito a sua vida.

Introduzido ao guarda-roupa feminino na década de 20, por Coco Chanel, como símbolo da força adquirida pelas mulheres, ganhou ainda mais importância em 1966, quando Yves Saint Laurent apresentou ao mundo seu “Le Smoking” e “liberou” o uso de paletós e ternos para as mulheres – o visual Le Smoking é, até hoje, ícone revolucionário da grife.

coco_chanel11966       Untitled-2          

Depois dessa breve história sobre a inserção do blazer no nosso guarda-roupa , ainda preciso dizer que ele é um clássico? Peça chique e atemporal, deixa qualquer look muito mais arrumado. E se antes era usado apenas em produções formais, em modelos de alfaiataria e tons neutros, hoje o blazer ganha ares modernos, com cortes diferenciados, cores e estampas que podem ser usados em qualquer ocasião.

É a salvação nos dias em que você está sem criatividade nenhuma para se vestir, sabe? Escolhe uma roupa básica, prende o cabelo, se esconde atrás de um belo par de óculos escuros e tcharan, finaliza a produção com um blazer. Pronto, aposto que está uma gata.

Ainda mais agora, com a chegada das baixas temperaturas – que nunca são assim tão baixas no Brasil –, o blazer é um verdadeiro curinga. Combina com tudo e garante estilo na hora. Se você ainda não investiu em nenhum, te aconselho a começar pelo preto. É básico, valoriza looks de trabalho e em momentos mais casuais, você pode misturá-lo a peças mais ousadas e tirá-lo totalmente da sobriedade.

3b5cc68bbd26ee69e24cff49b7d88364079b22a498ac4a6756823b0fc89fbfdc3406ce59ee0b418966bbb8871fbf9beaab9f3698b6935151a9d7525b48dfb4db9803b2e61f1ceabeb451a9f12dc6989901c82d72228d55fc8f7e47c811ea41f9e05f539feea901813ea7b80685a8f94d58fe5c99243a7a87f66780769dec9fd1bb22bc47a1924ae5186adab2e5b5b4b5f7e5ce283d439d51dcaa2a55f7780ae8

Caso já tenha um pretinho para chamar de seu, aventure-se nas cores vibrantes: amarelo, pink, vermelho. Eles atualizam o mood e compõem produções super criativas. Brinque com as cores na hora de se vestir, ouse nos acessórios, misture estampas. Pelo fato do blazer já ter esse ar “montado”, você tem mais liberdade para criar sem ficar over.

e89b0ffe13fd151c7b66450335afbe2cb0bbeffca4e313e18b504573b7501af82d4bec65efdf0b293b2da2f1b3ff23cb17f3b85140ac85c9ed8293fb0a523d733e4a87a28411c6d0e2b9b20da153b0a0bfe0dffefc3776623d457bc02138a2580af0795152ada02375c068d4bbb84d210b110af2c6ac5a09aa486b20b9288fb301af53b737f9cf3d3d4c3beadfa35bb5a18b747fc9ab4ab84b04c69a3e3a7ea5

E se você acha que blazer deve ser usado com calça, está totalmente enganada. Experimente combinar com vestido, saia ou short e você vai ver como o visual fica incrível. Meu jeito preferido de usar é com short boyfriend. Fica despojado na medida. Ideal para um passeio no shopping ou um almoço com as amigas.

3685c533137f4d200162986503a3ae15dbd011876c1f17dbcda2fc13daf4cfa7d387a62351f696d368731d7fe44ce45ab879a7aca8171d65bc85af14e59e9be3a89d82f608e3ffafcd70209788408b72a5c42fb95b581d31c291ea480ddba127c50f8764d3f17ba82c8e672ff695a5eae0e5dbe5ed2a1178d93b2117341a836e

Na hora de comprar seu blazer, fique bastante atenta ao caimento, ele não deve ser nem justo, nem largo demais. Os com ombreira caem melhor – e são visualmente mais bonitos – porque são mais estruturados, mas se você tem os ombros largos, é melhor evitá-los ou optar por modelos com ombreira discreta. Atualmente é mais fácil encontrar modelos mais compridos, que cobrem os quadris. Porém, se você não for alta, eles podem acabar achatando ainda mais a sua silhueta. Nesse caso, opte pelos mais curtos, ok? Outra dica muito válida é quanto aos botões do seu blazer. Eles tanto podem ser na cor da peça, quanto coloridos, dourados ou prateados. Mas lembre-se que, quando forem dourados ou prateados, vale optar por bijuterias no mesmo metal, para não brigar – a menos que você seja iniciada e queira ousar, consciente do que está fazendo.

Para finalizar, o grande truque de styling é arregaçar as mangas – tanto que, hoje em dia, a maioria deles vem com um forro todo descolado, feito para aparecer. Fazendo isso você tira a peça da formalidade e, de quebra, deixa um pouco de pele à mostra, o que dá a impressão de silhueta mais fina.

Com essas dicas e imagens inspiradoras, espero que você tenha se encorajado a apostar na peça. Caso não seja do seu gosto, aí é outra história, mas se for, invista sem medo, você vai usar por anos!

Anúncios

4 comentários sobre “Um blazer é sempre um blazer

  1. Sara (@sarafcmartinez) disse:

    Acho muuuuito bonito 🙂
    Atualmente tenho um só vermelho, mas já tive outros dois mais básicos que acabei dando. O que tenho no armário é quase impossível de usar, super calor ultimamente, mas ele é lindo, sei que é bom mantê-lo!

    • Thais disse:

      Tenho alguns. Um, inclusive, é todo de lã, lindo, e foi usado pela minha mãe, para casar no civil!
      Atemporal é mesmo a palavra para definir um blazer, hahaha
      Vermelho é bem bonito, hein!!
      Quero ver você de blazer quando esfriar 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s