Não faz mal a ninguém

Como deixei claro desde que criei o blog, ele não é sobre moda, é sobre imagem. E a nossa imagem pessoal, a impressão que as pessoas têm de nós, vai muito além da aparência. Ela envolve comportamento, fala sobre nossos modos, etiqueta, educação. Já ouviu a frase “roupa feia não esconde educação barata”? É exatamente isso. Você pode estar extremamente bem vestida, mas se as suas atitudes não condisserem com a sua aparência, de nada valeu o investimento na produção.

O post de hoje é sobre isso, mais especificamente sobre e-mails. É o primeiro do gênero por aqui, mas não será o último. Esse é um assunto que vem me incomodando há algum tempo e, pelo que percebo, só tem piorado.

Nem vou falar da questão dos spans, correntes e piadinhas. Esses todo mundo já está careca de saber, né? Só devem ser enviados para pessoas próximas e com o consentimento das mesmas. Por favor, não vai sair por aí, enchendo a caixa de e-mail dos outros, isso é muito desagradável. Seja cuidadosa e inclua no seu mailing apenas quem você tem certeza que gostaria de receber tais e-mails.

Mas o tópico de hoje são os e-mails não respondidos. Estamos em 2014, era dos smartphones, dos avanços tecnológicos e, com tanta facilidade de acesso à internet, as pessoas ainda não respondem e-mail. E falo de todo o tipo de “pessoas”: amigos, assessorias, empresas. A falta de educação virtual é geral. Acredite, atitudes como essa, dizem mais sobre você do que imagina. É óbvio que não falo aqui de respostas aos e-mails citados no parágrafo anterior, esses, de fato, não precisam ser respondidos. Falo de e-mails pessoais, direcionados a um remetente sobre qualquer assunto e que ficam sem retorno. Você envia um e-mail com informação, dúvida, sugestão, whatever e simplesmente não tem feedback nenhum. Não sabe se a pessoa recebeu, se leu, se gostou, se achou inútil, nada.

Educação nunca sai de moda. Essa frase vale tanto para você, “mera” pessoa comum, quanto para as maiores empresas do mundo. Responda os e-mails que você recebe, seja delicada. Você não precisa dar uma resposta afirmativa, se essa não for a sua vontade, mas dê uma negativa seguida de uma gentileza. Se pretende recusar o que te foi proposto, recuse, mas agradeça a proposta. Aliás, exercite o “obrigada” sempre, em todas as situações. É fácil, indolor e faz uma diferença danada, na vida da pessoa que recebe, que se sente “considerada”, e na sua imagem, que ganha muitos pontos.

Eu lembro que, na época da faculdade, em que todos estão distribuindo currículos freneticamente, um colega de classe comentou indignado que, ao enviar seu currículo para a maior emissora de televisão do país, recebeu imediatamente um e-mail agradecendo o interesse em fazer parte da empresa, já as outras emissoras, de médio e grande porte, nunca responderam nada. Não sou ingênua de dizer, ou acreditar, que a emissora tenha chegado onde chegou por isso, mas posso afirmar que esse comportamento faz bastante diferença. São essas atitudes que conquistam respeito.

São esses detalhes que diferenciam as pessoas. Cuide da sua imagem, não só da sua aparência. Eu falo aqui como consultora e também como consumidora, cliente, colega. Uma pessoa que já deixou e deixa de fechar um negócio, concluir uma compra, investir em um projeto, quando percebe que, do outro lado, não existe esse diferencial.

Obrigada

Anúncios

2 comentários sobre “Não faz mal a ninguém

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s